Notícias

Restauração da Ponte Hercílio Luz avança para a reta final em 2018

Processo de retirada das barras de olhal - 28/11/2017 - Fotos: James Tavares / Secom

 

A Ponte Hercílio Luz está cada vez mais perto de ser reaberta. O cronograma de trabalho para a restauração do cartão postal catarinense está avançando para a reta final em 2018. Neste ano, foi concluído com sucesso o trabalho de transferência de carga da estrutura original para a base provisória construída abaixo da ponte, o que permitiu avançar para os trabalhos de remoção de peças antigas, como as barras de olhal.

A obra conta com o envolvimento de operários, engenheiros e fiscais do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) e do grupo português Teixeira Duarte, empresa responsável pela restauração. “A restauração do símbolo de todos os catarinenses é um grande desafio, mas está avançando muito bem. Muitos não acreditavam mais na restauração, mas hoje a obra é uma realidade que todos enxergam e no fim de 2018 a ponte poderá voltar a ser utilizada por todos nós”, afirma o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini.

O engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, explica que, depois de concluída a retirada de todas as 360 barras de olhal, serão feitos serviços como, por exemplo, a troca de celas, rótulas e a recuperação da parte interna das treliças, para então, a partir de meados de março começar a colocar as novas barras de olhal.

 

Foto: James Tavares / Secom

 

A ponte receberá cerca de duas mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras.

“Cada nova etapa é um passo importante. Esta é uma obra de grande complexidade. Mas estamos avançando bem para entregar o quanto antes esta estrutura que, além de preservar um patrimônio histórico catarinense, representará um grande ganho em mobilidade para a região da Grande Florianópolis”, destaca o governador Raimundo Colombo.

A ponte receberá cerca de duas mil toneladas de metal novo, o que representa aproximadamente 40% da atual estrutura. Muitas das novas peças, fabricadas no Brasil e no exterior, já foram compradas e estão em depósitos no canteiro de obras.

“Cada nova etapa é um passo importante. Esta é uma obra de grande complexidade. Mas estamos avançando bem para entregar o quanto antes esta estrutura que, além de preservar um patrimônio histórico catarinense, representará um grande ganho em mobilidade para a região da Grande Florianópolis”, destaca o governador Raimundo Colombo.

 

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 

Outras notícias

Compartilhar Pagina