Notícias

História e curiosidades sobre o projeto da ponte Hercílio Luz

A Ponte Hercílio Luz representou um marco na engenharia mundial na época da sua construção. Ela acabou criando uma nova tipologia de ponte pênsil e tornou-se uma referência internacional. Depois dela, duas outras pontes foram inspiradas na sua tipologia e construídas nos Estados Unidos, a Silver Bridge e a Saint Marys Bridge. Nosso conteúdo de hoje fala um pouco sobre o projeto original da Ponte Hercílio Luz.


 

Um projeto necessário para Florianópolis

No início da década de 20, Florianópolis contava com cerca de 40 mil habitantes. A travessia entre continente e ilha era feita por meio de barcos e barcaças que dependiam das condições do vento e do mar. Além da questão de logística e transporte dos moradores, havia uma forte corrente política que queria transferir a capital para o continente. Todos esses fatores fizeram o governador Hercílio Luz se empenhar ao máximo para resolver os problemas e finalmente consolidar Florianópolis como capital de Santa Catarina.


 

Florianópolis em 1920, antes da ponte. Foto: Floripendio


 

A escolha entre os projetos

Diversas propostas foram elaboradas por engenheiros brasileiros e estrangeiros para escolher o tipo de ponte que iria ligar a ilha de Santa Catarina ao continente. Inicialmente, a empresa Byington and Sundstrom, havia apresentado um projeto de ponte com viga treliçada (cantilever). O mesmo foi aceito, mas acabou não saindo do papel por conta de problemas com o empréstimo e financiamento de valores.

 

Após vários estudos, definiu-se que a melhor opção seria uma ponte pênsil. A execução foi feita com a solução em barras de olhal, o que viabilizou economicamente a obra em comparação ao projeto com a utilização de cabos contínuos. A equipe do projeto original era coordenada pelos engenheiros Steinman e Robinson. Os desenhos de produção dos componentes e a fabricação da estrutura metálica foram realizados pelas empresas United States Steel Products Company e American Bridge Company. Já o local escolhido, o canal do Estreito, foi por conta da menor distância entre a ilha e o continente.

 

Planta do projeto original.


 

A construção da ponte Hercílio Luz

Vale lembrar que as primeiras pontes metálicas no Brasil eram importadas. Isso acontecia em função das limitações de produção de ferro fundido e do aço no país. Com todo o material trazido dos Estados Unidos, a construção da ponte foi considerada uma grande novidade. As peças de aço foram importadas em quatro remessas por meio de navios de grande porte. Foram percorridos 9.655 km de viagem através do oceano Atlântico, sendo que o material chegou ao canteiro de obras em perfeitas condições.

 

As instalações utilizadas para as obras apresentaram duas frentes de trabalho. A do continente, com maior área plana, concentrou as primeiras atividades desenvolvidas. A parte insular, com menor área plana, serviu como base para montagem das demais partes. As instalações simultâneas permitiram a utilização de diferentes equipes de trabalho, reduzindo bastante o tempo de execução da obra.


 

Início das obras. Foto DEINFRA


 

Curiosidades sobre o projeto original

Inicialmente chamada de Ponte da Independência, ela teve seu nome mudado para Ponte Hercílio Luz após a morte do então governador. O idealizador morreu em 1924, doze dias após atravessar uma réplica de madeira, construída especialmente para o ato simbólico. A inauguração ocorreu em maio de 1926 e a sua cor original era preta.


 

A principal função da #NossaHercilioLuz era garantir a travessia segura dos usuários, além de permitir a passagem rápida de mercadorias e animais. Mas também havia outro objetivo: implantar um sistema ferroviário sobre a ponte, algo que nunca chegou a existir.

 

Os viadutos e o vão central foram projetados para comportar o tráfego de uma ferrovia funcionando em apenas dois trilhos posicionados no centro da ponte. Já a pavimentação de madeira acompanhou a ponte durante muitos anos. No entanto, ela acabou sendo substituída pelo asfalto por apresentar alguns problemas: o piso vibrava excessivamente, causando ruído quando os veículos passavam e também por ser muito escorregadia nos dias de chuva.


 

Ponte Hercílio Luz era preta e tinha pistas em madeira.

A ponte que já ajudou muito e vai ajudar ainda mais

Pode-se considerar que o projeto da Ponte Hercílio Luz foi um sucesso. Após a sua inauguração, foi comprovado que o sistema de ponte pênsil com barras de olhal era realmente mais econômico e de rápida execução.

 

A estrutura de metal com mais de quatro mil toneladas foi montada em aproximadamente doze meses, execução considerada rápida até mesmo nos dias de hoje. A falta de manutenção e a ação do tempo foram fatores cruciais que prejudicaram o seu funcionamento. Por isso, sua restauração é imprescindível.

 

Mais do que ter seu caráter simbólico reestabelecido, a população de Florianópolis terá de volta uma estrutura funcional. Moradores e turistas poderão usufruir novamente da #NossaHercílioLuz , que vai ajudar a desafogar o complicado trânsito da cidade.

 

Quer ficar por dentro de todas as etapas da obra de restauração da Ponte Hercílio Luz? Curta nossa página e acompanhe as novidades, vídeos e fotos da nossa querida ponte.

Outras notícias

Compartilhar Pagina